Wilton Junior/Estadão
Wilton Junior/Estadão

Interior registra 16 mortes em um dia; 7 cidades têm primeiro óbito

Entraram na lista Pederneiras, Araçatuba, Ilha Solteira, Penápolis, Pitangueiras, Cubatão e Bertioga

José Maria Tomazela, O Estado de S.Paulo

21 de abril de 2020 | 05h00

SOROCABA – O interior de São Paulo registrou ao menos 16 novas mortes pelo coronavírus somente nesta segunda-feira, 20, segundo boletins divulgados no fim da tarde pelas prefeituras. Sete cidades, incluindo dois municípios do litoral sul, confirmaram os primeiros óbitos. Essas mortes, confirmadas pelas pastas municipais de saúde, ainda não entraram no boletim oficial da Secretaria da Saúde do Estado, que até o início da tarde contabilizava 1.037 mortes devido à pandemia em São Paulo.

Entraram na lista de cidades com óbitos Pederneiras, Araçatuba, Ilha Solteira, Penápolis, Pitangueiras, Cubatão e Bertioga – as duas últimas, cidades litorâneas. Em Sorocaba, foi confirmado mais um óbito, elevando o total para 13, e duas mortes novas aconteceram em Jundiaí, que agora tem 7 óbitos pelo coronavírus. São José dos Campos, Rio Claro, Bauru, Catanduva, Indaiatuba e Campinas também registraram mais uma morte em cada cidade. Apenas três das vítimas são mulheres e, na maioria, eram pessoas idosas.

O perfil das vítimas repete o padrão observado no Estado. Segundo dados da Secretaria de Saúde estadual, 78,2% das vítimas da covid-19 tem 60 anos ou mais. A mortalidade é maior nas faixas entre 70 e 79 anos, com 272 mortos. 

Entre os fatores agravantes mais comuns estão problemas cardíacos, diabetes e problemas pulmonares. Doenças neurológicas e renais também foram identificadas em boa parte dos pacientes. Os dados da Secretaria de Saúde apontam que 84,4% das vítimas tinham algum desses fatores adicionais.

Crescimento

Estas cidades fazem parte das 95 do Estado que já registraram ao menos uma morte por covid-19 durante o último mês. Segundo a secretaria, em 1º de abril eram apenas 16 municípios com vítimas registradas. Agora, são 14.580 casos registrados em todo o Estado de São Paulo, 6.032 deles internados em UTI. Os óbitos chegavam a 1.037 até esta segunda-feira, seis vezes mais que no início do mês.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.