Internet dá informações sobre serviços da Farmácia Popular

O Ministério da Saúde pôs no ar uma página na internet com esclarecimentos das dúvidas sobre a expansão do Programa Farmácia Popular do Brasil. Os usuários poderão, por exemplo, saber a localização das 1.213 farmácias que hoje começaram a vender remédios para hipertensão e diabetes com até 90% de desconto. A população também saberá quais os medicamentos disponíveis. Os donos de farmácias, por sua vez, terão informações sobre como aderir ao programa, que, estima-se, vai beneficiar cerca 11,5 milhões de pessoas. O credenciamento está aberto às mais de 50 mil farmácias privadas existentes no país. Para acessar as informações, o endereço eletrônico é www.saude.gov.br/aquitemfarmaciapopular. Hoje, em Minas Gerais, Ceará, São Paulo e Rio de Janeiro, 120 pessoas já foram beneficiadas. Atualmente, no país, 16,8 milhões de pessoas sofrem de hipertensão. Do total, 7,7 milhões recebem tratamento gratuito pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Já a diabetes atinge 5 milhões de pessoas, sendo 2,6 assistidas pela rede pública. A distribuição gratuita de remédios não sofrerá interferência. Também será mantida a política de farmácias populares abertas em parceria com os estados e municípios, que recebem a preço de custo medicamentos da Fiocruz. A expansão do programa agora conta com o setor privado. Cerca de 200 tipos de medicamentos para hipertensão e diabetes estarão disponíveis a preços até 90% mais baratos nas farmácias privadas. Para obter remédios da farmácia, o usuário, tanto da rede pública de saúde, quanto da particular, basta apresentar a receita do médico, que tem validade de 180 dias a partir da emissão, e o CPF. As informações são da Agência Saúde.

Agencia Estado,

27 de março de 2006 | 11h07

Tudo o que sabemos sobre:
notícia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.