Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Pascal Rossignol/Reuters
Pascal Rossignol/Reuters

Italiano vacinado é infectado com variante brasileira do coronavírus

Nova cepa foi identificada durante exames periódicos; autoridades acreditam que a vacina pode ter protegido o paciente contra sintomas graves

Redação, O Estado de S.Paulo

19 de fevereiro de 2021 | 17h31

Um profissional de saúde do hospital de L'Aquila, na Itália, foi infectado com a variante brasileira do novo coronavírus, mesmo depois de ter recebido a vacina da Pfizer/BioNTech. A nova cepa foi identificada durante exames periódicos realizados em todos os operadores sanitários e analisada pelos institutos de zooprofilaxia experimental de Abruzzo e Molise.

As autoridades sanitárias da Itália estão fazendo novas avaliações detalhadas, mas acreditam que a vacina pode ter protegido o paciente contra sintomas graves. O profissional é assintomático e está em isolamento domiciliar.

Segundo relatos, ele teria contraído o vírus de sua mãe, após a família registrar um surto com pelo menos seis casos positivos. Todos não apresentam sintomas. Os médicos de L'Aquila realizam testes para verificar se as pessoas também foram contaminadas com a variante brasileira.

Nesta sexta-feira, 19, está prevista uma reunião com as autoridades de saúde e a prefeita do município, Cinzia Torraco, para debater a situação. Nos últimos dias, na cidade de Poggio Picenze já haviam sido descobertos três casos da cepa brasileira em três brasileiros residentes na região central. (ANSA)

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.