Jatene unia rigor médico com tratamento humanizado, diz diretor da Medicina da USP

José Otavio Costa Auler Junior divulgou nota de pesar pelo falecimento do ex-ministro da Saúde

O Estado de S. Paulo

15 Novembro 2014 | 14h48

O diretor da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), José Otavio Costa Auler Junior, divulgou neste sábado, 15, uma nota de pesar pelo falecimento do médico e ex-ministro da Saúde Adib Jatene.

Diretor-geral do Hospital do Coração (HCor), Jatene morreu nesta sexta-feira, 14, aos 85 anos. Ele sofreu um enfarte agudo do miocárdio, o segundo em dois meses, e foi levado às pressas ao HCor, em São Paulo, onde morreu. O velório for realizado na manhã deste sábado no anfiteatro do prédio 130 do HCor, que leva seu nome.

Confira na íntegra o depoimento de José Otavio Costa Auler Junior:

"Foi com profundo pesar e tristeza que recebi a notícia da morte do ministro Adib Jatene. Motivo permanente de inspiração para todos que o rodeavam, Jatene conseguiu, sempre, unir o mais absoluto rigor nos procedimentos médicos a um tratamento humanizado, em uma relação sempre próxima de cada um de seus pacientes. Sua postura ética e justa foi, e será, um farol a iluminar toda a Medicina. Devo muito da minha carreira a ele, que sempre teve uma palavra amiga e encorajadora a oferecer. Acompanhá-lo por anos no centro cirúrgico e na UTI foi uma aula que jamais esquecerei. Ser o diretor da Faculdade de Medicina da USP, onde Jatene graduou-se, e na posição que  ocupou com tanto talento e dedicação, me enche de orgulho e responsabilidade. É preciso destacar, ainda, sua trajetória como agente de nossa vida pública, sendo figura fundamental para que o Sistema Único de Saúde avançasse, beneficiando milhões de pacientes. Gostaria de estender, aqui, meus sentimentos a todos os familiares do ministro e seus filhos, com quem tenho a alegria de partilhar a amizade. O Brasil perde uma de suas mais brilhantes figuras públicas."

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.