Prefeitura de Joinville
Prefeitura de Joinville

Joinville adota vacinação contra covid-19 nos glúteos

O município informa que a aplicação do imunizante na região ventroglútea está inclusa no documento de “Orientações Quanto à Aplicação de Vacina Intramuscular”, da Coordenação-Geral do Programa Nacional de Imunizações

Fábio Bispo, Especial para o Estado

23 de agosto de 2021 | 21h26

FLORIANÓPOLIS - Foi por uma questão de praticidade, conforto e protocolo que a prefeitura de Joinville, em Santa Catarina, vem desde o início da vacinação, em janeiro, aplicando as doses contra a covid-19 na região dos glúteos. Mas o assunto ganhou repercussão mesmo nos últimos dias quando a doutoranda em Engenharia Mecânica Laura Braz decidiu publicar nas redes sociais, assim como milhares de brasileiros fazem, o tão esperado momento da vacinação.

Na postagem, Laura brinca com o inusitado - já que em praticamente todos os demais pontos de vacinação do País a aplicação ocorre no braço. “Em Joinville, a gente toma na bunda mesmo...”, escreveu.

O município informa que a aplicação do imunizante na região ventroglútea está inclusa no documento de “Orientações Quanto à Aplicação de Vacina Intramuscular”, da Coordenação-Geral do Programa Nacional de Imunizações, que orienta todas as possibilidades de locais para administrar o imunizante. “Todas as vacinas intramusculares no município são aplicadas nessa região, tanto da gripe como as demais, é algo comum para nossos agentes de saúde e para a população”, disse o  secretário de comunicação Thiago Boeing.

De acordo com Jean Rodrigues da Silva, secretário municipal da Saúde, a estratégia de imunização utilizada em Joinville foi desenvolvida com base na segurança do processo e na qualidade do atendimento. Em vídeo gravado nesta segunda-feira, 23, Rodrigues explica que nessa região, a aplicação da vacina intramuscular “é onde se tem menos reações adversas à aplicação".

Para não causar constrangimentos, o município instalou painéis nos 84 pontos de vacinação para que os imunizados possam tirar foto do momento da vacinação com o cartão devidamente preenchido.

A aplicação na região ventroglútea, segundo indica a autoridade de saúde do município, “oferece a melhor espessura de músculo, é livre de nervos e vasos sanguíneos, com uma camada mais estreita de gordura, além de apresentar redução da dor durante a aplicação”.

Em Joinville, que já aplicou a primeira dose em 80% da população maior de 18 anos, todas as vacinas são realizadas com agendamentos e ocorrem em sala de vacinação, informou o município. “Isso evita filas, aglomerações e proporciona um ambiente mais seguro para a aplicação”, explicou o secretário de comunicação Thiago Boeing. Na cidade, não há vacinação na modalidade drive-thru, o que impediria a aplicação nos glúteos, segundo Boeing.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.