Jovem chinês morre vítima de gripe aviária

É a décima oitava morte registrada na China por causa desta doença desde 2003

Efe,

19 de fevereiro de 2008 | 01h34

As autoridades sanitárias chinesas confirmaram nesta terça-feira, 19, a morte de um jovem de 22 anos, ocorrida em 24 de janeiro, em conseqüência da gripe aviária. Esta é a décima oitava morte registrada na China por causa desta doença desde 2003. O falecido, de sobrenome Li, morreu no distrito de Jianghua, na província central de Hunan, após manifestar, desde 16 de janeiro, sintomas de febre e dor de cabeça, e ser hospitalizado no dia 22 desse mesmo mês. Os exames realizados com Li deram positivo nas análises do vírus H5N1 da gripe aviária, segundo informou o Centro de Prevenção e Controle de Doenças contagiosas do distrito, que não revelou a forma de contágio, e nem se o morto havia tido contato prévio com aves. Os parentes e amigos do falecido se encontram sob observação médica para detectar qualquer possível rastro da doença. Em quase todos os 391 casos registrados em 14 países (a maioria no Sudeste Asiático), o vírus foi transmitido mediante contato direto com aves infectadas, embora nos últimos meses tenham sido descobertos dois casos nos quais o contágio poderia ter se dado entre humanos. Segundo os dados mais recentes da Organização Mundial da Saúde (OMS), do total de afetados pelo vírus, 227 pessoas morreram no mundo todo desde 2003. Este é o primeiro caso fatal entre humanos em 2008 no país.

Tudo o que sabemos sobre:
Chinagripe aviária

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.