Márcio Fernandes/Estadão
Márcio Fernandes/Estadão

Judicialização será um dos temas do Summit Saúde Brasil

Evento será realizado pelo 'Estado' no dia 17 de agosto em São Paulo

O Estado de S. Paulo

26 Julho 2018 | 03h00

O Summit Saúde Brasil será realizado pelo terceiro ano pelo Estado, no dia 17 de agosto, em São Paulo, no Sheraton WTC (Av. das Nações 12.551, Brooklin Novo). Dois temas de judicialização da saúde serão aprofundados: o risco de fraudes e a demanda por remédios para doenças raras. A meta é mostrar como o SUS e o setor de saúde suplementar podem diferenciar ações pertinentes de pedidos fraudulentos.

Regina Próspero, Nelson Mussolini e Renata Santos conduzirão esse debate. Regina é do setor de políticas públicas para doenças raras no Ministério da Saúde e no Senado. Já o advogado Mussolini é do Conselho Nacional de Saúde e do Conselho Consultivo da Anvisa. Renata é assessora técnica de gabinete da secretaria paulista da saúde.

Esse é o segundo painel do dia - no primeiro, serão apresentadas soluções inovadoras para otimizar processos e recursos. Os ingressos estão à venda no estadaosummitsaude.com.br, com descontos para compras antecipadas e para assinantes do Estado. O evento tem patrocínio da Amil, da Associação Nacional das Administradoras de Benefícios (Anab) e do Hospital Leforte. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.