Juiz suspende cobrança de pedágio em 3 rodovias de SP

Prefeituras de Conchas, Anhembi, Agudos, Areiópolis e Botucatu solicitaram suspensão para moradores

Sandro Villar, Especial para o Estado ,

21 de novembro de 2009 | 02h15

A cobrança de pedágio foi suspensa às 5 horas de sexta-feira, 20, em três rodovias do interior paulista: Marechal Rondon, Rodovia do Açúcar e SP 101. A decisão de suspender o pagamento da tarifa foi determinada pelo juiz Carlos Eduardo Gomes dos Santos, da 1ª Vara do Fórum de Conchas.

 

O magistrado concedeu liminar à prefeitura de Conchas, que pediu isenção da cobrança de pedágio para moradores de cidades da região. A suspensão é por tempo indeterminado. Na Rodovia Marechal Rondon, os motoristas têm passagem livre nos pedágios de Conchas, onde a tarifa é de R$ 4,20, Anhembi, cujo preço é de R$ 4,60, Agudos, que cobra R$ 3,60, Areiópolis, com tarifa de R$ 3,70, e Botucatu, com tarifa de R$ 3,30.

 

Já na Rodovia do Açúcar foi cancelado o pagamento nas praças de Salto e Rio das Pedras. Na SP 101 o pedágio está suspenso em Monte Mor e Rafard.

 

A decisão da prefeitura de Conchas provocou uma reação em cadeia, pois outras prefeituras também entraram na Justiça. As três estradas são administradas pela concessionária Rodovias do Tietê, que já entrou com recurso na Justiça.

 

"A cobrança foi suspensa às 5 horas de hoje (sexta-feira)", resumiu Kelly, funcionária da concessionária em rápida entrevista ao Estado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.