Felipe Mortara/Estadão
Felipe Mortara/Estadão

Justiça do Rio autoriza internação compulsória de casal francês suspeito de ter coronavírus

A dupla tentou deixar a unidade hospitalar, mas a Prefeitura de Paraty acionou o Poder Judiciário solicitando a manutenção da internação

Marcio Dolzan, O Estado de S.Paulo

28 de fevereiro de 2020 | 14h29

RIO DE JANEIRO - A Justiça do Estado do Rio aceitou um pedido do município de Paraty, na região da Costa Verde, a manter em internação hospitalar compulsória um casal de franceses com suspeita de ter contraído coronavírus. A dupla chegou à cidade na segunda-feira, 24, e procurou atendimento na quinta-feira. Desde então, eles estão mantidos em isolamento.

O casal ainda tentou deixar a unidade hospitalar, mas a Prefeitura acionou a Justiça. A informação foi divulgada pela TV Globo e confirmada pelo Estado. O caso tramita em segredo de Justiça.

Apesar da internação compulsória autorizada pelo Poder Judiciário, ainda não foi confirmado que o casal tenha contraído de fato o coronavírus. O caso é um dos nove investigados no Estado como suspeito.

Antes de viajar a Paraty, os dois franceses teria passado quatro dias na cidade do Rio. A dupla chegou ao País vinda de Barcelona, na Espanha.

Coronavírus no Brasil

O Brasil confirmou na noite de terça-feira, 25, o primeiro caso com teste positivo para o novo coronavírus. Trata-se, segundo o Ministério da Saúde, de um homem de 61 anos, residente em São Paulo, com histórico de viagem para a Itália, na região da Lombardia (norte do país), a trabalho, sozinho, no período de 9 a 21 de fevereiro. O paciente, segundo as autoridades, está bem, tem sinais brandos da doença e ficará em isolamento domiciliar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.