Getty Images
Getty Images

Live aborda uso de terapias complementares no pós-pandemia

Transmissão ao vivo ocorre no Facebook do jornal às 16h; perguntas podem ser enviadas por meio do grupo #EstadãoInforma: Coronavírus no Facebook

Redação, O Estado de S.Paulo

17 de agosto de 2020 | 11h09

Os impactos da pandemia do novo coronavírus na saúde mental serão sentidos por ainda mais tempo que na saúde física. Sequelas como síndrome de pânico, crises de ansiedade, reclusão dificuldades sociais preocupam quem está na linha de frente. Nesse sentido, as terapias são uma alternativa para amenizar as sequelas da pandemia.

Nesta segunda-feira, 17, o Estadão discute como o uso de terapias complementares, aliadas às tradicionais, pode contribuir nesse momento. Participam da live as especialistas Marcia Rissato, terapeuta floral e aromaterapeuta, e Maria Aparecida das Neves, psicóloga com especialização, docência e coordenação das terapias botânicas no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP). A transmissão ocorre no Facebook do jornal, às 16h.

É possível participar da live enviando suas dúvidas e comentários por meio do grupo #EstadãoInforma: Coronavírus, espaço no Facebook para troca de informações sobre a pandemia, aberto a todos os leitores do Estadão

Às segundas e quintas, o Estadão realiza transmissões ao vivo sobre assuntos relevantes relacionados ao novo coronavírus. Durante a pandemia, o jornal disponibilizou seus principais conteúdos gratuitamente aos leitores que não são assinantes.

Os leitores podem acompanhar também o Boletim Coronavírus, newsletter aberta a todos com as principais notícias do dia sobre o tema, a cobertura em tempo real e os podcasts.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.