Liverpool pode proibir termo 'obesidade' em material para crianças

Liverpool pode proibir termo 'obesidade' em material para crianças

Entidade que reúne menores disse que termo é ofensivo e pediu proibição

BBC Brasil, BBC

12 Abril 2010 | 16h21

O conselho municipal de Liverpool, no norte da Inglaterra, irá analisar uma proposta de proibir o uso da palavra "obesidade" em material informativo destinado a crianças.

 

Um órgão formado por menores matriculados nas escolas da cidade, o Parlamento de Escolas de Liverpool, pediu que a palavra seja substituída pela expressão "peso insalubre".

Seus integrantes, que têm de nove a 11 anos, acreditam que o termo é ofensivo e pode desmotivar crianças com o peso acima do normal a emagrecer.

Um porta-voz do conselho disse que a proposta será analisada nos próximos dois meses e pode ser adotada como parte da estratégia oficial para melhorar a vida das crianças na cidade nos próximos dois anos.

"Nós não podemos mudar a terminologia do governo ou dos médicos, mas podemos mudar a forma como informamos questões ligadas ao peso em relatórios do conselho e em nossa comunicação com crianças", disse o porta-voz.

O Parlamento de Escolas de Liverpool é consultado pelo conselho sobre questões ligadas a crianças e a jovens.

 

Veja também:

linkEUA lançam cruzada nacional contra a obesidade 

linkBrasileiros consomem mais refrigerante, diz pesquisa  

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.