Livro usa esqueletos para explicar evolução

'Evolution' reúne centenas de esqueletos de animais de vários museus franceses.

Daniela Fernandes, BBC

05 de novembro de 2007 | 07h05

O livro Evolution, lançado recentemente em vários países, explica por meio de fotos artísticas de esqueletos a teoria de Darwin sobre a evolução das espécies e os laços de parentesco entre os vertebrados.Evolution, de autoria do cientista francês Jean-Baptiste de Panafieu, e ilustrado com imagens do fotógrafo luxemburguês Patrick Gries, reúne centenas de esqueletos de animais de vários museus franceses, principalmente do Museu de História Natural de Paris, que possui uma das maiores coleções do mundo.As fotografias do livro, consideradas "magníficas" pela imprensa francesa, reproduzem os esqueletos como verdadeiras esculturas. Suportes metálicos de algumas vértebras foram retirados para criar a sensação do animal em movimento.O fotógrafo reproduziu, por exemplo, as cenas de uma pantera atacando um mamífero e de um homem cavalgando, mostrando perfeitamente as pernas do cavalo na posição de corrida.Tartarugas, orcas, serpentes, gorilas, tamanduás, pássaros, répteis e girafas são alguns dos inúmeros animais apresentados de forma original e artística em Evolution.O livro também é uma ocasião para ver alguns esqueletos que não estão expostos no Museu de História Natural de Paris por falta de espaço e que foram retirados dos arquivos do acervo especialmente para a realização da obra."Espetaculares, misteriosos, elegantes ou grotescos, os esqueletos dos vertebrados que povoam hoje a Terra carregam os vestígios de uma evolução de vários bilhões de anos. Esse livro retraça a História da nossa era, que esses esqueletos guardaram na memória", diz a apresentação de Evolution.O livro foi publicado pela Editora Xavier Barral em conjunto com o Museu Nacional de História Natural de Paris.Os autores da obra sobrepuseram alguns esqueletos. "Ficamos surpresos com as diferenças, claro, mas sobretudo com as semelhanças", afirma o cientista Panafieu, professor de Ciências Naturais."As mãos, pés ou patas com cinco dedos, que os homens e lagartos possuem, existem há 350 milhões de anos. O polegar, comum ao homem e ao macaco, existe há 30 ou 35 milhões de anos", diz Panafieu.O cientista afirma ainda que não quis escrever um tratado sobre a teoria da evolução das espécies, mas apenas "contar histórias".Segundo ele, além dos aspectos científicos, os esqueletos também possuem sua própria história."O esqueleto do elefante do Museu de História Natural de Paris é da época de Luís XIV. O hipopótamo é do período de Luís XV", afirma o autor.Além da França, Evolution já foi lançado nos Estados Unidos, Grã-Bretanha, Espanha, Itália, Alemanha e Japão.Evolution é a primeira de uma série de obras produzidas pela editora francesa Xavier Barral com o objetivo de unir a ciência ao mundo das artes.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.