Mãe antecipa parto para atender desejo de filho com doença fatal

Bebê britânico deverá nascer três semanas antes do previsto para que irmão com câncer possa segurá-lo.

BBC Brasil, BBC

16 Abril 2010 | 06h54

Uma mulher na Grã-Bretanha deverá se submeter a um parto induzido três semanas antes do previsto para atender a um pedido do filho de oito anos que tem câncer.

Pierce White-Carter tem um neuroblastoma, um tipo agressivo de câncer que afeta, principalmente, as células do sistema nervoso periférico. Um tratamento de quimioterapia fracassou e os médicos acreditam que ele tenha poucas semanas de vida.

No topo da lista de coisas que o menino quer fazer antes de morrer está segurar o novo irmão ou irmã nos braços.

O parto induzido da mãe de Pierce, Rebecca White, de 27 anos, está programado para ocorrer dentro de duas semanas.

'Dignidade'

Os pais de Pierce decidiram suspender a quimioterapia depois de informados de que o tratamento não estava surtindo efeito.

"Nós decidimos que é melhor que ele morra com um pouco de dignidade", disse White à BBC.

"Nós conversamos com ele sobre isso e ele disse que aguentou o suficiente, que não quer mais. Está cansado."

Para a mãe, Pierce não é apenas um filho, mas seu "melhor amigo".

"Eu e ele fazíamos tudo juntos. É duro saber que não vamos poder fazer isso por muito tempo."

White disse que os médicos concordaram com o parto prematuro e receitaram esteroides para garantir que os pulmões do bebê - o quinto filho do casal - estejam formados.

Pierce, recentemente, riscou um dos itens de sua lista do que fazer antes de morrer ao atuar como mascote de seu time favorito de rugby, Huddersfield Giants. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.