Mãe que teve parto de 8 bebês fica sem presentes

Notícia de que mãe solteira já tinha outros seis filhos fez com que empresas não tentassem publicidade

AP,

04 Fevereiro 2009 | 18h38

Onde está o fornecimento ilimitado de fraldas, leite em pó e lenços umedecidos? O carro? A casa nova?   Veja também: Mãe dos óctuplos já tinha seis outros filhos Óctuplos nascidos nos EUA já respiram sem aparelhos Mulher dá à luz óctuplos na Califórnia   A mulheres que dão à luz seis, sete ou oito bebês recebem normalmente presentes de grandes corporações, companhias locais e desconhecidos. Mas isso não está acontecendo com Nadya Suleman, que deu à luz óctuplos (oito bebês gêmeos) na Califórnia.   A notícia de que ela é mãe solteira e já tem outros seis filhos - e que todos os 14 foram concebidos via fertilização in vitro - parece ter desestimulado muitas pessoas e empresas, que não estão correndo para conseguir publicidade dando presentes ao novos bebês.   Nadya foi criticada por apresentadores de televisão, especialistas em fertilidade e mesmo por sua mãe, que já está bastante ocupada cuidando das outras seis crianças.   Um porta-voz da mulher que deu à luz óctuplos na Califórnia disse que a jovem mãe não foi motivada por ganhos financeiros. Joann Killeen disse à NBC nesta quarta-feira, 4, que ganhos financeiros "não foram a intenção" e que sua cliente "sempre quis ser mãe."   Killeen disse que tanto Nadya quanto seus recém-nascidos estão bem e que os médicos ainda não decidiram quando eles poderão sair do hospital.   Um veterano publicitário de Hollywood disse que os responsáveis por Nadya terão que trabalhar tentando conseguir a simpatia do público por ela. "Eu penso que é uma calamidade", disse David Brokaw, que já lidou com crises de celebridades. "Eu não vejo, da maneira como está, como dizer muito em termos favoráveis."   Fabricantes de fraldas, leite em pó e outros produtos provavelmente prefeririam evitá-la agora, disse Brokaw. Ele sugeriu que ela não apareça por uns tempos e se concentre em criar uma imagem de mãe responsável.   O porta-voz da Gerber disse que se a fabricante de alimentos de bebê estivesse planejando fazer alguma coisa para a família, provavelmente já teria feito, e que o nascimento dos óctuplos não estava no radar da empresa.   A porta-voz da Procter & Gamble disse que a fabricante das fraldas Pampers não procura ativamente por pais para fazer doações, mas que a mãe dos óctuplos pode pedir o kit que é normalmente dado em caso de muitos gêmeos: um pacote grande de fraldas para cada criança, lenços umedecidos e cupons de desconto. Isso provavelmente não durará nem uma semana para Nadya.   O apresentador de um programa conservador de rádio, Bill Handel, que já disse que os nascimentos são "bizarros", disse no ar que as pessoas estão prontas para boicotar companhias que ajudem os óctuplos ou sua mãe.   O porta-voz de Nadya, Mike Furtney, disse que recebeu alguns "comentários bastante negativos" do público mas que ofertas para ajudar os bebês já vieram de enfermeiras e algumas lojas.   "Eu não me lembro o nome da marca, mas uma grande marca de fraldas descartáveis mandou algumas fraldas", disse. O porta-voz afirmou estar confiante de que quando Nadya contar sua história, muitos críticos irão "reajustar seu pensamento um pouco."   O porta-voz disse anteriormente que Nadya teve ofertas para TV e outras mídias, mas que era muito cedo para discutir quanto dinheiro ela poderia receber.   Para uma mãe solteira, o custo de criar 14 crianças até os 17 anos vai de US$1,3 a 2,7 milhões de dólares, segundo o ministério da Agricultura dos Estados Unidos. Os custos do tratamento médico dos óctuplos não foi revelado.   A renda de Nadya não está clara. Ela foi empregada por um hospital psiquiátrico de 1997 até 2008.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.