Mais de 30% dos brasileiros afirmam sofrer de alguma doença crônica

Hipertensão, doenças de coluna, artrite e bronquite são as doenças mais citadas em pesquisa

Jacqueline Farid, da Agência Estado

31 Março 2010 | 10h33

Em 2008, segundo o suplemento de Saúde da PNAD divulgado nesta quarta-feira, 31,3% da população do País, ou 59,5 milhões de pessoas, afirmaram ter pelo menos uma doença crônica, enquanto 5,9% declararam ter três doenças crônicas ou mais. As regiões Sul (35,8%) e Sudeste (34,2%) tinham os maiores porcentuais de pessoas com pelo menos uma doença crônica, seguidos pelo Centro-Oeste (30,8%), Nordeste (26,8%) e Norte (24,6%).

 

Veja também:

linkBrasil tem mais de 24 milhões de fumantes habituais, aponta PNAD 2008 

linkPorcentual de brasileiros que têm plano de saúde sobe para 26,3%

linkBrasileiros avaliam própria saúde como 'muito boa'

 

As doenças crônicas (identificadas por algum médico ou profissional de saúde) mais informadas foram hipertensão (14,0%) e doença de coluna ou costas (13,5%), com artrite ou reumatismo (5,7%), bronquite ou asma (5,0%), depressão (4,1%), doença de coração (4,0%) e diabetes (3,6%) a seguir. Na população com 35 anos ou mais, 8,1% das pessoas tinham diabetes.

 

De acordo com a pesquisa, a proporção da ocorrência de doenças crônicas "não sofreu variação expressiva" entre 1998 (31,6%), 2003 (29,9%) e 2008 (31,3%).

 

Especificamente em 2008, o porcentual de mulheres com doenças crônicas (35,2%) era superior ao de homens (27,2%). Além disso, quanto maior o rendimento, maior foi o porcentual de pessoas que afirmaram ter ao menos uma doença. Entre aqueles com rendimento de até um quarto do salário mínimo, 20,8% tinham ao menos uma doença, e entre aqueles com rendimento acima de cinco salários mínimos, o porcentual era de 38,5%.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.