Arquivo/AE
Arquivo/AE

Mais de 40 milhões de brasileiros foram vacinados contra a gripe suína

Governo estima que 64% do público-alvo foi imunizado; vacinação continua no País até 21 de maio

estadao.com.br

29 Abril 2010 | 09h35

Balanço do Ministério da Saúde divulgado nesta quarta-feira, 28, aponta que a campanha de vacinação contra a gripe suína imunizou 40 milhões de brasileiros, o que equivale a 64% do público-alvo das etapas convocadas até o momento. Até o final da campanha, no dia 21 de maio, a meta é imunizar pelo menos 72,8 milhões de pessoas, o que corresponde a 80% da população convocada para a vacinação.

 

Veja também:

linkPernambuco confirma primeira morte por gripe suína em 2010

linkEm SP, escola infantil vive surto de gripe suína

 

Segundo o levantamento, já foram vacinados 64,3% dos doentes crônicos e 61% dos jovens de 20 a 29 anos. A cobertura das grávidas chegou a 68%. Os índices mais altos de cobertura estão nos grupos das crianças de seis meses a menores de dois anos (96,5%) e dos profissionais de saúde envolvidos com o atendimento a casos suspeitos da doença (100%).

 

Gestantes podem se vacinar até o final da campanha. Para crianças entre seis meses e menores de dois anos, portadores de doenças crônicas e pessoas de 20 a 29 anos, o prazo para a vacinação foi prorrogado até o dia 7 de maio. A última etapa, para a população de adultos entre 30 e 39 anos, terá início em 10 de maio.

 

A vacinação contra a gripe suína para idosos com doenças crônicas de todo o País começou no último sábado. Para as regiões Sudeste, Nordeste e Centro-Oeste, no entanto, o ministério recomenda que os idosos com doenças crônicas esperem o início da Campanha de Vacinação do Idoso contra a gripe comum, que começa no dia 8 de maio, para ir uma só vez ao posto de saúde. Nas regiões Sul e Norte, a vacinação para idosos contra a gripe comum foi iniciada no dia 24.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.