Mais de 5 milhões devem ser vacinados contra a gripe em SP

Campanha vai acontecer entre 5 e 25 de maio e pretende atingir 80% da população alvo, que é composta de idosos, gestantes, crianças, indígenas e profissionais de saúde

Agência Brasil,

16 de abril de 2012 | 16h41

A Secretaria de Saúde do estado de São Paulo espera imunizar ao menos 5,3 milhões de pessoas durante a campanha nacional de vacinação contra a gripe prevista para ocorrer entre os dias 5 e 25 de maio. A estimativa corresponde a 80% da população alvo, composta de idosos com 60 anos ou mais, gestantes, crianças a partir de 6 meses e menores de 2 anos, indígenas e profissionais de saúde do estado.

O medicamento só é contraindicado a quem tem “uma reação alérgica grave à ingestão de ovo”, adverte Helena Sato,diretora de Imunização da secretaria. Ela explicou que, nesses casos, duas horas após receber a vacina a pessoa pode apresentar inchaço nos olhos e na boca. Segundo a médica, ao contrário do que muitos acreditam, “a vacina não provoca gripe, pois é feita de pequenos fragmentos do vírus que são incapazes de causar qualquer infecção”.

A especialista enfatizou a importância da imunização como arma para evitar pneumonia e outros males respiratórios. A imunização ocorrerá contra três tipos de vírus Influenza: H1N1 A/Califórnia, relacionada à pandemia de 2009;  H3N2 A, identificada na cidade australiana de Perth e o tipo B, diagnosticada em Brisbane, também na Austrália.

As vacinas serão aplicadas em 7 mil postos e 41,6 mil profissionais de saúde estaduais e municipais estarão mobilizados durante a campanha. Para auxiliar nos trabalhos, as equipes contarão com 3,5 mil veículos, 32 ônibus e cinco barcos.

 

Tudo o que sabemos sobre:
GripeSão PaulovacinaçãoSaúdeVida

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.