Mais de 67 mil pessoas já tiveram dengue este ano no Rio

Capital fluminense já registrou 43 mortes pela doença no ano; cidade está em estado de alerta

Agência Brasil

06 de setembro de 2011 | 09h38

RIO - A capital fluminense já registrou este ano 67.535 casos de dengue, com 43 mortes. De acordo com nota divulgada na segunda-feira, 6, pela prefeitura carioca, abril, com 24 mil casos, foi o mês com maior número de pessoas que contraíram a doença. Desde maio o número vem diminuindo.

 

Na semana passada, o prefeito Eduardo Paes, preventivamente, decretou estado de alerta contra a doença no município e iniciou um plano de combate à dengue para o verão de 2012, a fim de evitar uma epidemia de no município.

 

O plano consiste em ações para combater os focos do mosquito transmissor da doença, com 3.605 agentes visitando residências onde existam locais de proliferação do Aedes aegypti. Também serão usados 40 carros fumacê que percorrerão as ruas e locais de difícil acesso. Além disso, cerca de 4 mil profissionais da saúde estão sendo treinados para diagnosticar pessoas contaminadas e 30 centros de hidratação receberão os doentes.

 

Imóveis abandonados poderão ser vistoriados depois de 24 horas de notificação ao proprietário. Caso não permita a visita, ele poderá receber um auto de infração sanitária, por desobediência. A Companhia Municipal de Limpeza Urbana (Comlurb) fará a limpeza de terrenos vazios. Piscinas e caixas d’água sem proteção e limpeza poderão ser considerados casos de reincidência, e os proprietários multados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.