Arquivo/AE
Arquivo/AE

Mais de um milhão de pessoas já foram vacinadas contra a gripe suína em SP

Gestantes, crianças e doentes crônicos são vacinados na 2ª etapa da Campanha Nacional

estadao.com.br

29 Março 2010 | 15h57

Mais de um milhão de pessoas já receberam a vacina contra a gripe suína durante a Campanha Nacional de Vacinação no Estado de São Paulo, informou nesta segunda-feira a Secretaria de Estado de Saúde.

 

Veja também:

linkPacientes nos EUA criam resistência a remédio contra gripe suína 

som Especialista comenta sobre a segurança da vacina

especialESPECIAL: Entenda a gripe suína 

 

Cerca de 500 mil trabalhadores da saúde, 227 mil crianças com idades entre seis meses e menores de dois anos, 110 mil gestantes e 205 mil pacientes com doença crônica foram imunizados nas cidades paulista entre 8 e 24 de março.

 

A Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe suína está em sua segunda fase, na qual estão sendo vacinadas as gestantes, crianças com idades entre seis meses e menores de dois anos e os pacientes portadores de doenças crônicas menores de 60 anos. Os idosos com 60 anos ou mais serão vacinados em outra fase, a partir de 24 de abril.

 

Segundo a secretaria, durante a campanha as pessoas terão à disposição 3.800 pontos de vacinação em todo o Estado, localizados nas Unidades Básicas de Saúde, que funcionarão de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. A recomendação é que as pessoas levem a caderneta de vacinação.

 

"É importante que as pessoas procurem os postos de saúde e se protejam do vírus da gripe A com a vacina. Quanto mais pessoas imunizadas no Estado, menos circulação do vírus A(H1N1) e casos graves teremos no próximo inverno", afirma o secretário de Estado da Saúde, Luiz Roberto Barradas Barata.

 

A campanha segue orientações da Organização Mundial da Saúde. A vacina é segura e eficaz. A única contraindicação é para quem tem alergia a ovo de galinha.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.