ED FERREIRA/ESTADAO
ED FERREIRA/ESTADAO

Mais Médicos tem 106 vagas que não foram ocupadas, segundo ministério

Até as 11 horas desta segunda, 4.507 profissionais já tinham comparecido ou iniciado as atividades; programa recebeu 36.490 inscrições

Paula Felix, O Estado de S.Paulo

10 Dezembro 2018 | 16h07

SÃO PAULO -  Um novo balanço do edital de convocação do Mais Médicos, divulgado nesta segunda-feira, 10, pelo Ministério da Saúde, aponta que 106 vagas em 29 municípios não foram ocupadas. Os médicos terão até esta sexta-feira, 14, para se apresentar nas cidades selecionadas.

O edital foi lançado após a saída de Cuba do programa, motivada por declarações do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL).

De acordo com o ministério, até as 11 horas desta segunda, 4.507 profissionais já tinham comparecido ou iniciado as atividades - o programa recebeu 36.490 inscrições. Pelo cronograma, um balanço das vagas disponíveis, somando as desistências e as que não foram escolhidas, será realizado no dia 17 deste mês. Nos dias 18 e 19, os médicos com registro poderão se inscrever no programa e escolher os municípios que estiverem disponíveis.

Brasileiros e estrangeiros formados no exterior, terão de apresentar documentação para o Ministério da Saúde para validar a inscrição no programa. Eles poderão entrar no sistema entre os dias 11 e 14 deste mês e terão de apresentar 17 documentos exigidos.

Para os brasileiros aprovados, a escolha dos municípios remanescentes poderá ser feita entre 20 e 22 de dezembro. Para os estrangeiros, o prazo será entre 26 e 28 deste mês.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.