Mais um colégio de SP antecipa férias por causa da gripe suína

Colégio Magno encerrou aulas em uma de suas unidades após dois alunos contraírem o vírus na Argentina

Letícia Bragaglia, da Agência Estado,

21 Junho 2009 | 15h34

Governo confirma 131 casos de gripe suína no Brasil
SÃO PAULO - Mais uma escola particular de São Paulo decidiu antecipar as férias por conta da contaminação de dois alunos pela influenza A (H1N1), também conhecida como gripe suína. Assim como o Pueri Domus, o Colégio Magno anunciou neste domingo, 21, que encerrará antecipadamente as aulas deste semestre na unidade do Jardim Marajoara, zona sul da cidade, por causa da doença. A medida, que inclui o adiamento da festa junina da escola, tem como objetivo evitar a contaminação de outros alunos.

 

Veja também:

especial Mapa: veja como a gripe está se espalhando

especialEntenda a gripe suína: perguntas e respostas 

video Infectologista esclarece cuidados que serão tomados 

mais imagens Veja galeria de fotos da gripe suína pelo mundo   

som 'Meios de transportes facilitam a propagação'

documento Folheto oficial do Ministério da Saúde 

De acordo com a direção da escola, os dois alunos, do 5º ano e do 9º ano, são irmãos e contraíram o vírus em viagem à Argentina. Eles já estavam afastados das aulas desde a volta do feriado, quando retornaram ao Brasil com sintomas da enfermidade, que foi confirmada por exames no Instituto Adolfo Lutz.

Os dois casos confirmados na escola Pueri Domus aconteceram na unidade Verbo Divino, também na zona sul da capital paulista, em um aluno da 6ª série do ensino fundamental e outro da 7ª série. Segundo a escola, os dois casos não são relacionados. Setenta e duas crianças estão sendo monitoradas. O Ministério da Saúde informou na sexta-feira, 19, que 180 casos já foram confirmados no Brasil, incluindo os estudantes do Colégio Magno.

Mais conteúdo sobre:
gripe suína Brasil colégio SP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.