Filipe Araújo/AE
Filipe Araújo/AE

Manifestação de médicos residentes em greve para avenida em SP

Participantes se alternaram nos dois sentidos, bloqueando totalmente trecho na altura do nº 535

SÃO PAULO, Agência Estado

01 Setembro 2010 | 13h39

Cerca de 80 médicos residentes, em greve por tempo indeterminado, promoveram uma manifestação no fim da manhã desta quarta-feira, 1º, na Avenida Doutor Arnaldo, em São Paulo, segundo informações da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET).

Os manifestantes se alternavam entre os dois sentidos da avenida, bloqueando totalmente o trecho na altura do número 535 da via, no período das 12 horas às 12h30, provocando lentidão na região.

Reivindicações

A categoria quer 38,7% de aumento na bolsa-auxílio de R$ 1.916,45. Há uma semana, foi oferecida ao governo a contraproposta de 28,7% imediatamente e 10% no próximo ano. Segundo a Associação Nacional dos Médicos Residentes (ANMR), as reivindicações começaram há cerca de quatro meses e a greve foi o "último recurso ante a indiferença do governo".

O presidente da ANMR, Nivio Moreira Junior, aponta que a bolsa-auxílio está congelada desde 2007.

Mais conteúdo sobre:
médicos residentes manifestação SP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.