Mau tempo faz Nasa adiar envio de sondas que investigarão a Lua

O lançamento de duas sondas robóticas destinadas a mapear a gravidade da Lua sofreu um atraso na quinta-feira por causa do mau tempo na Estação da Força Aérea em Cabo Canaveral, na região central da Flórida.

IRENE KLOTZ, REUTERS

08 de setembro de 2011 | 15h57

A próxima oportunidade de lançamento do foguete não-tripulado Delta 2 que transportará a sonda Grail (Gravity Recovery and Interior Laboratory), da Nasa, ocorre às 9h33 de sexta-feira (horário de Brasília).

O tempo, entretanto, poderá novamente ser uma questão. Meteorologistas da Força Aérea previram na quinta-feira que há 60 por cento de chance de outro adiamento em razão de chuva, tempestades ou ventos fortes.

As sondas gêmeas Grail estão programadas para mapear com precisão a gravidade da Lua para que os cientistas possam saber o que se encontra abaixo da crosta lunar e se o núcleo da Lua é sólido, líquido ou uma combinação dos dois.

Ao lado de imagens de alta resolução, análises em andamento de amostras de pedras e do solo trazidas pelas missões Apollo entre 1969 e 1972 e modelos de computador, espera-se que os mapas da gravidade preencham a maior parte que ainda falta no quebra-cabeça de como o satélite natural da Terra se formou.

Ligada por ondas de rádio, a espaçonave será capaz de detectar mudanças na força da gravidade lunar tão pequenas quanto um mícron - aproximadamente a largura de uma hemácia.

Áreas com mais massa farão o primeiro e depois o segundo satélite acelerar um pouco mais rápido à medida que sobrevoam a Lua, mudando a distância entre as duas sondas. Regiões menos densas, de forma similar, levarão as sondas a andar de modo mais devagar.

Os cientistas afirmam que saber os locais de irregularidades na gravidade da Lua lhes dará uma imagem do que há dentro da Lua, a partir do qual elas podem montar a história de como o corpo celeste - assim como outros planetas rochosos, como Terra, Vênus, Marte e Mercúrio - se formou.

A United Launch Alliance, joint venture da Lockheed Martin Corp e da Boeing Co, fabrica o foguete Delta 2 e fornecem os serviços de lançamento para ele. A Lockheed Martin também é a principal fornecedora de satélites Grail.

A missão de 496 milhões de dólares é gerenciada pela cientista Maria Zuber, com o Massachusetts Institute of Technology.

Tudo o que sabemos sobre:
CIENCIASONDASLUA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.