Média móvel de mortes por covid-19 chega a 659 no Brasil nesta segunda-feira

Dados do consórcio de veículos de comunicação mostram 398 novos registros de óbitos nas últimas 24 horas, além de 25.593 novos diagnósticos confirmados

João Prata e Paloma Cotes, O Estado de S.Paulo

05 de outubro de 2020 | 20h00

A média móvel de mortes por covid-19 no Brasil ficou em 659 nesta segunda-feira, 5, de acordo com dados reunidos pelo consórcio de veículos de comunicação. O número elimina distorções e registra com mais precisão as oscilações dos últimos sete dias. 

O consórcio, formado por Estadão, G1, O Globo, Extra, Folha e UOL, computou 398 novos óbitos e 25.593 novos casos nas últimas 24 horas no País. O balanço é feito a partir de dados divulgados pelas secretarias estaduais de Saúde. 

No total, o Brasil chegou a 146.773 mortes e 4.940.499 casos confirmados de covid-19. De acordo com o balanço do Ministério da Saúde, o País tem 4.295.302 recuperados da doença, enquanto outros 485.258 seguem em acompanhamento médico.

São Paulo

O Estado de São Paulo contabilizou nesta segunda-feira 36.220 mortes e 1.004.579 casos confirmados de covid-19. Em 24 horas, foram registrados 42 óbitos e 677 casos. Os dados costumam ser mais baixos às segundas-feiras, dado o atraso no registro e em notificações aos finais de semana.

O secretário estadual da Saúde, Jean Gorinchteyn, informou que houve queda de 17% no número de casos e de 6% no número de óbitos em relação à semana anterior. Nas internações em leitos de UTI houve alta de 3,3% na comparação com a semana anterior. O número foi de 7.876 internações entre 20 a 26 de setembro para 8.136 de 27 de setembro a 3 de outubro. A média móvel diária de internações vinha registrando queda havia dez semanas consecutivas.

Segundo Gorinchteyn, esse ainda é um dado isolado e que precisa de avaliação. "Temos observado uma queda em casos e mortes e houve um incremento discreto na média diária de internações, mas vamos aguardar e ver qual o impacto. Esse é um dado isolado e vinha apresentando decréscimo progressivo. Os próximos dias serão avaliados para que possamos ter uma visão ampla", disse.    

A taxa de ocupação de leitos de UTI é de 43,3% no Estado e de 41,9% na Grande São Paulo. De acordo com o balanço da Secretaria Estadual da Saúde, 3.572 pacientes estão em leitos de unidades de terapia intensiva, entre casos confirmados e suspeitos. Em enfermaria, estão internadas 4.605 pessoas. Ainda segundo os dados, 880.601 pessoas já se recuperaram da doença e 110.553 tiveram alta hospitalar.

Rio

O Estado do Rio de Janeiro registrou 11 mortes por covid-19 e 1.637 novos casos da doença no período de 24 horas, segundo boletim divulgado na tarde desta segunda-feira (5) pela secretaria estadual de Saúde. Até agora, 18.780 pessoas morreram em função do coronavírus no Estado do Rio, que registra 273.338 casos. Mais 535 mortes estão sendo investigadas, sob suspeita de terem sido causadas pela covid-19, e 249.469 pacientes se curaram.

Parceria

O balanço de óbitos e casos é resultado da parceria entre os seis meios de comunicação que passaram a trabalhar, desde o dia 8 de junho, de forma colaborativa para reunir as informações necessárias nos 26 estados e no Distrito Federal. A iniciativa inédita é uma resposta à decisão do governo Bolsonaro de restringir o acesso a dados sobre a pandemia. E se manteve mesmo após a manutenção dos registros governamentais. 

Em seu balanço do dia, o Ministério da Saúde informou que o Brasil contabilizou 323 novas mortes por covid-19 nesta segunda-feira, além de 11.946 novos casos. No total, são 4.927.235 pessoas com diagnóstico confirmado e 146.675 mortes pela doença.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.