DANIEL TEIXEIRA/ESTADAO
DANIEL TEIXEIRA/ESTADAO

Médica morre vítima da dengue em Limeira

A ginecologista Neyde Harumi Onishi, de 60 anos, morreu na tarde de domingo; cidade tem 4.079 casos confirmados

José Maria Tomazela, O Estado de S. Paulo

16 Março 2015 | 15h02

SOROCABA - A morte de uma médica com diagnóstico da doença pode ser o nono óbito causado pela dengue em Limeira, região de Campinas, interior paulista. A ginecologista Neyde Harumi Onishi, de 60 anos, conhecida na cidade, teve a doença diagnosticada no sábado e, após evolução severa no quadro, foi internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital Medical. 

Ela morreu na tarde de domingo, 15.O hospital comunicou o óbito por dengue à Vigilância Epidemiológica de Limeira, mas a prefeitura informou que aguardará a confirmação da causa pelo Instituto Adolfo Lutz. 

A morte da médica alarmou ainda mais a população que convive com a epidemia de dengue - a cidade tem 4.079 casos confirmados.  

Mais conteúdo sobre:
LimeiraSão Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.