Médico é cassado por erro em implante de prótese peniana

Segundo conselho, médico foi 'imprudente' fazendo o implante sem necessidade e precipitadamente

Solange Spigliatti, da Central de Notícias,

24 Abril 2009 | 14h38

O médico Bayard Olle Fischer Santos teve o exercício profissional cassado nesta quinta-feira, 23, pelo Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Sul (Cremers) por indicar e realizar uma inclusão de uma prótese peniana em um jovem de 22 anos sem necessidade e precipitadamente.

 

Segundo o Cremers, Santos perdeu, nesta quarta-feira, 22, um recurso movido no Conselho Federal de Medicina. Em nota, o Conselho Regional afirmou que o médico foi "imprudente, negligente, além de não possuir comprovação de exames pré-operatórios indicados para a realização do procedimento".

 

Ainda de acordo com o comunicado, a cirurgia levou a um quadro de iatrogenia, alteração patológica que causa complicações decorridas pela má conduta do especialista, "impossibilitando qualquer tratamento que restabeleça o quadro", segundo o Cremers.

Mais conteúdo sobre:
saúde

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.