Médicos alertam para remédio russo usado de forma recreativa na Grã-Bretanha

Cientistas observaram presença de droga para epilepsia no sangue de nove pessoas que morreram recentemente

BBC Brasil, BBC

08 Julho 2011 | 06h57

Um remédio russo para epilepsia está sendo cada vez mais usado de forma recreativa por jovens na Grã-Bretanha, segundo especialistas.

O phenazepam é uma droga usada para condições como insônia e síndrome de abstinência alcoólica e, por não ser ilegal na União Europeia e nos Estados Unidos, pode ser comprada pela internet.

Ela pode ser adquirida com receita na Rússia e em vários países da antiga União Soviética.

Pesquisadores da universidade escocesa de Dundee dizem ter observado desde janeiro nove casos de pessoas que morreram cujos exames de sangue indicavam a presença da substância.

"Embora tenhamos detectado o phenazepam em nove casos, seu uso não pode ser identificado diretamente como a causa das mortes", disse Peter Maskell, da universidade.

Todas as nove pessoas mortas tinham um histórico de uso de drogas ilegais.

Diazepam

Para Maskell a substância "parece cada vez mais um substituto para outras drogas, especialmente o diazepam", referindo-se ao conhecido remédio calmante.

"Se foi uma mudança deliberada da parte dos usuários ou se é o que os traficantes passaram a vender, não está claro", disse ele.

"Esta não é uma droga para festas, consumida por usuários ocasionais, mas uma mais provável de ser consumida por pessoas com histórico de problemas com drogas pesadas, frequentemente, heroína, metadona e outros opiáceos", disse ele.

Há relatos de que o phenazepam vem sendo usado de forma irregular também na Suécia, Finlândia e nos EUA. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.