Médicos brigam na mesa de parto e bebê morre no MS

Prefeitura de Ivinhema comunicou demissão dos médicos, que serão investigados pela morte da criança

Maíra Teixeira, do estadao.com.br,

25 Fevereiro 2010 | 11h55

A Prefeitura Municipal de Ivinhema (a 345 km de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul) divulgou nota nesta quinta-feira, 25, informando que demitiu dois médicos que teriam trocado socos durante um trabalho de parto no hospital municipal da cidade. Segundo a Prefeitura, a suposta briga e o atraso na cesariana teriam causado a morte do bebê nesta terça-feira, 23.

 

Veja também:

linkColombianas realizam cesárea em grávida para roubar bebê 

 

A Delegacia de Polícia da Comarca de Ivinhema está investigando os responsáveis.A assessoria de imprensa da prefeitura destacou que colocou uma psicóloga à disposição da mãe do bebê morto, Gislaine de Matos Rodrigues Santana.

 

Na nota, a administração municipal informa as medidas tomadas para apuração do caso. Foram elas: informar oficialmente (com cópia do boletim de ocorrência) o Conselho Regional de Medicina do Estado (CRM); instauração de apuração e auditoria médica municipal do Sistema Único de Saúde (SUS), para apurar os fatos administrativos.

Mais conteúdo sobre:
briga médicos parto Ivinhema

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.