Médicos extraem 750 gramas de metal do estômago de peruano

O paciente, um operário de construção de 26 anos, ingeriu o metal, incluindo pregos, durante meses

Associated Press,

11 de novembro de 2009 | 17h49

"Eles me chamam de loja de ferragens", disse Requelme Abanto em seu leito hospitalar no norte do Peru. Médicos da cidade de Cajamarca dizem ter removido 750 gramas de metal do estômago de Abanto, incluindo pregos, moedas e fio de cobre.

 

Pulmão é furtado em exposição de corpo humano no Peru

 

O cirurgião Carlos Delgado disse nunca ter visto algo como o que encontrou na operação realizada semana passada. "Pensávamos que poderia ser apendicite, mas ficamos surpresos com o que achamos". Delgado disse que Abanto está sendo examinado por psiquiatras enquanto se recupera.

 

O paciente, um operário de construção de 26 anos, ingeriu o metal durante meses, e disse à mídia peruana que agora poderá passar a fazê-lo em público, "como um esporte".

 

"Engoli 17 pregos em fevereiro e não morri", disse ele. "Pregos de 15 centímetros, todos no mesmo dia".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.