Divulgação/Universidade Stellenbosch
Divulgação/Universidade Stellenbosch

Médicos fazem primeiro transplante de pênis bem sucedido do mundo

Paciente sul africano, de 21 anos, foi operado na Cidade do Cabo; ele pôde recuperar todas as funções urinárias e reprodutivas

AFP

13 Março 2015 | 15h55

Uma equipe de médicos sul-africanos anunciou nesta sexta-feira, 13, ter realizado com sucesso o primeiro transplante de pênis do mundo.

"Foi um privilégio ter participado deste primeiro transplante de pênis bem-sucedido do mundo", declarou o professor Frank Graewe, que dirige o departamento de cirurgia de reconstrução da Universidade de Stellenbosch.

Outro transplante de pênis foi realizado na China em 2006. Apesar do êxito cirúrgico da operação, o órgão teve que ser retirado por causa de "problemas psicológicos do paciente".


O paciente sul africano, de 21 anos, pôde recuperar todas as funções urinárias e reprodutivas de seu órgão, disse o professor.

Ele sofreu uma amputação do pênis há três anos, após uma infecção causada por uma circuncisão mal feita durante uma cerimônia tradicional africana.

O jovem foi operado no hospital Tygerberg da Cidade do Cabo durante nove horas, no dia 11 de dezembro. O pênis havia sido retirado de um doador que morreu, cuja família recebeu os agradecimentos dos parentes do homem transplantado.

"Provamos que era possível. Demos a alguém um órgão tão bom como o que ele tinha", declarou o professor Graewe em um comunicado.

Esta operação terá repercussão particular no sul da África, onde este tipo de acidente durante cerimônias de iniciação é bastante frequente.

A circuncisão tradicional, por ablação do prepúcio, geralmente se realiza no final da adolescência em várias culturas sul-africanas, após um período na selva.

Mais conteúdo sobre:
Saúdetransplante

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.