Médicos já começaram redução de sedação em garoto que recebeu coração

Patrick ainda precisa de suporte respiratório e renal

Solange Spigliatti, da Central de Notícias,

02 Maio 2011 | 14h49

São Paulo, 2 - A equipe médica que atende o garoto Patrick Hora Alves, de 10 anos, que recebeu transplante cardíaco no Instituto Nacional de Cardiologia (INC), no Rio, no dia 15 de abril, já iniciou a redução da sedação do paciente.

Veja também:

linkMenino Patrick tem quadro clínico crítico, mas estável

Segundo boletim do hospital, Patrick ainda se encontra em estado crítico, mas estável. Ele vem respondendo bem ao tratamento e ainda necessita de suporte respiratório e renal, mas nos últimos dias, a sedação começou a ser reduzida.

Patrick foi a primeira criança a receber um coração artificial no Brasil, antes de passar por cirurgia para receber o transplante do órgão.

Mais conteúdo sobre:
transplante

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.