Médicos não sabem lidar com tabagismo, revela pesquisa

Um levantamento realizado pelo laboratório Pfizer em 16 países com 2.800 médicos, fumantes e não-fumantes, revela que a maioria deles precisa de orientação para tratar de tabagistas. Embora 90% dos profissionais recomendem o abandono do cigarro, apenas 47% deles elaboram com seus pacientes um plano para atingir a meta. Além disso, cerca de 20% consideram que fumar não é um problema de saúde, mas uma opção.

Agencia Estado,

05 de setembro de 2006 | 10h03

Tudo o que sabemos sobre:
notícia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.