Menino torturado com agulhas passa pela 3ª cirurgia

Durante o procedimento cirúrgico serão retiradas quatro agulhas, sendo duas no pescoço e duas na clavícula

PRISCILA TRINDADE, Agencia Estado

28 Dezembro 2009 | 18h34

A terceira cirurgia do garoto de 2 anos que está internado com agulhas pelo corpo teve início às 17 horas no Hospital Ana Néri, em Salvador, na Bahia.

Médicos avaliam 3º cirurgia para tirar agulhas de menino

Durante o procedimento cirúrgico serão retiradas quatro agulhas, sendo duas no pescoço e duas na clavícula. Depois da operação, o garoto deverá permanecer na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

O ex-padrasto do menino, Roberto Carlos Magalhães, confessou ter colocado as agulhas no corpo da criança. Ele disse à polícia que teve ajuda de duas mulheres. A suspeita é que o crime fazia parte de um ritual religioso.

Roberto Carlos e a amante dele, Angelina Capitana Ribeiro, permanecem detidos. Já a lavradora Maria dos Anjos Nascimento, apontada pelo ex-padrasto da criança como cúmplice no crime, está em liberdade porque o período de sua prisão temporária expirou.

Mais conteúdo sobre:
agulhas menino Salvador padastro cirurgia

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.