Wilton Junior/AE
Wilton Junior/AE

Menos de 50% das grávidas de 14 Estados se vacinaram contra gripe

As grávidas estão entre as principais vítimas e, por isso, integram os grupos prioritários de vacinação

Agência Brasil

15 Abril 2010 | 10h09

Em quatorze estados, menos de 50% das grávidas já se vacinou contra a influenza A (H1N1) - gripe suína. De acordo com levantamento do Ministério da Saúde, 1,5 milhão de gestantes procuraram os postos de saúde em todo o país, contra 6,3 milhões de doentes crônicos e 8,6 milhões de jovens de 20 a 29 anos de idade.

 

Veja também:

linkAnvisa descobre vacina falsa em Minas Gerais

linkBaixa adesão à vacina faz governo estudar prorrogação da campanha

especialESPECIAL: Entenda a gripe suína 

 

A Região Nordeste é a que registra o menor porcentual de vacinação de grávidas, 46,6%. O maior ficou com a Região Sul, 60,5%.O estado com a maior cobertura vacinal de gestantes é Goiás, com 73,2%. Já o menor índice foi registrado em Roraima, 30,7%.

 

As grávidas estão entre as principais vítimas da doença e, por isso, integram os grupos prioritários de vacinação. Das 50 mortes registradas em 2010, 32% foram de gestantes - uma em cada três. No ano passado, foram 189 mortes - mortalidade 50% superior em comparação à população geral.

 

O Ministério da Saúde alerta que não há contraindicação da vacina às grávidas. Elas podem se imunizar em qualquer período da gestação. A mulher que ficar grávida após a etapa de vacinação pode procurar o posto de saúde a qualquer tempo. Apenas os alérgicos a ovo, não devem tomar a vacina.

 

Por conta da baixa adesão à campanha de vacinação, o governo prorrogou a fase de imunização das gestantes até o dia 23 de abril.

 

Mais conteúdo sobre:
gripe suina gripe A vacinaçao Brasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.