Helio Filho/Prefeitura de Juazeiro do Norte
Helio Filho/Prefeitura de Juazeiro do Norte

Mesmo sem casos de febre amarela, Ceará tem filas para vacinação

No Estado, em Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte não é necessária imunização para quem vai para São Paulo e Bahia

Carmen Pompeu, especial para o Estado

18 Janeiro 2018 | 04h00

FORTALEZA - Mesmo sem registrar nenhum caso da doença, e sem orientação de imunização, é grande a quantidade de pessoas procurando pela vacina contra a febre amarela nos postos de saúde de Fortaleza, no Ceará. No Estado, em Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte não é necessária imunização para quem vai para São Paulo e Bahia - locais onde ocorreram óbitos pela doença.

+++ Mairiporã decreta calamidade na saúde após mortes por febre amarela

Apesar disso, Beto de Sousa, de 23 anos, que vai passar três meses como trainee em uma empresa na capital paulista, preferiu ontem ir ao Posto de Saúde Paulo Marcelo, no centro de Fortaleza, antes de viajar. “Acredito que em São Paulo as filas nos postos estejam bem maiores. Então, achei melhor garantir logo aqui”, afirmou.

+++ Em um dia, mais de 25 mil pessoas tomam vacina da febre amarela no Rio

+++ SP estuda antecipar ainda mais fracionamento de vacina da febre amarela

Na capital cearense, cinco postos oferecem a imunização. Todos os meses, segundo a Secretaria Municipal da Saúde, Fortaleza recebe 2,5 mil doses da vacina contra a febre amarela. A quantidade, segundo a pasta, é suficiente apenas para quem vai viajar. Por isso, destaca que é obrigatório apresentar um comprovante de viagem.

 
 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.