Metade da população mundial 'está obesa ou acima do peso'

Estudo, que levou em conta o IMC, aponta que obesidade afeta um quarto dos homens e mulheres no mundo

BBC Brasil, BBC

23 de outubro de 2007 | 17h15

Mais de metade da população mundial está obesa ou acima do peso, apontou uma pesquisa global publicada nesta terça-feira na revista científica americana Circulation Journal. O estudo, que analisou dados de 182.970 pessoas de 63 países nos cinco continentes, mostrou que 50% das mulheres e 60% dos homens analisados estão acima do peso ou obesos. Ao considerar apenas os dados sobre obesidade, o levantamento revelou que um quase um quarto dos homens (24%) e 27% das mulheres estão obesos. Os cientistas, liderados pelo médico Berverley Balkau, do Instituto Nacional de Saúde e Pesquisas Médicas da França, utilizaram o Índice de Massa Corporal (IMC) para avaliar o grau de obesidade dos voluntários. O IMC é um padrão internacional e é calculado dividindo-se o peso pela altura ao quadrado. Pessoas com IMC entre 18 e 24 estão dentro do peso, as que se enquadram entre 25 e 30 estão acima, e as que ultrapassaram o índice de 30 são consideradas obesas. O país com maior número de obesos - entre os analisados - foi o Canadá (36%) e as regiões com os menores índices de obesidade foram o leste e o sul asiático (7%). Os Estados Unidos não foram analisados na pesquisa. A África do Sul (33%) e os países do Oriente Médio (36%) também apresentaram grandes índices de obesidade. Na América Latina, os pesquisadores identificaram que 29% dos pesquisados estavam obesos. "Os resultados da pesquisa mostram que o excesso de peso está virando uma pandemia, com mais da metade da população acima do peso ou obesa", disse Berverley Balkau. O levantamento ainda pesquisou como a obesidade está afetando a saúde das pessoas e revelou que entre os entrevistados, 16% dos homens 13% das mulheres apresentavam doenças cardiovasculares e que a diabetes atingia 13% dos homens e 11% das mulheres em todas as regiões pesquisadas. "A obesidade está associada diretamente ao aumento do risco de doenças cardiovasculares e diabetes e se tornou um grande problema de saúde pública que ameaça boa parte da população e sobrecarrega os serviços públicos de saúde", concluíram os pesquisadores.   BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Tudo o que sabemos sobre:
obesidademundocanadáestudopesquisa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.