México prorroga fechamento de escolas até 11 de maio

Os alunos com até 15 anos vão ficar sem aula, mas os mais velhos retornarão na quinta-feira, afirmou o prefeito

Agências Internacionais

04 Maio 2009 | 17h15

O México vai manter a maioria de suas escolas fechadas até dia 11 de maio devido à epidemia de gripe que matou ao menos 26 pessoas no país, afirmou nesta segunda-feira, 4, o prefeito da capital mexicana, Marcelo Ebrard.  

 

Veja também

especial Mapa: veja como a gripe está se espalhando

especialEntenda a gripe suína: perguntas e respostas 

video Infectologista esclarece cuidados que serão tomados 

mais imagens Veja galeria de fotos da gripe suína pelo mundo   

som 'Meios de transportes facilitam a propagação'

documento Folheto oficial do Ministério da Saúde  

O governo havia determinado o fechamento de escolas no país até o dia 6 de maio para evitar a contaminação pelo vírus H1N1 e a propagação da doença, popularmente conhecida como "gripe suína".

Os alunos com até 15 anos vão ficar sem aula, mas os mais velhos retornarão na quinta-feira, afirmou o prefeito.

 

No domingo, o ministro da Saúde do México, José Ángel Córdova, havia dito que a epidemia de gripe suína entrava em declínio no país, e a adminsitração da Cidade do México prepara-se para suspender a proibição do funcionamento dos restaurantes, que havia sido determinada para evitar a aglomeração de pessoas em ambientes fechados, o que poderia ajudar na propagação do vírus.

Mais conteúdo sobre:
gripe suína

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.