Microsoft lança plataforma para compartilhar histórico médico

Além de tramitar dados, usuários poderão consultar questões de medicina comum, como perda de peso

Efe,

05 de outubro de 2007 | 14h57

A Microsoft lançou nesta sexta-feira, 5, uma nova plataforma para guardar e compartilhar históricos médicos através da internet, em uma tentativa de facilitar aos usuários a gestão de seus dados médicos, sempre sob o compromisso de privacidade. A empresa, com sede em Seattle, anunciou nesta sexta que o novo programa, chamado "HealthVault", pode ser descarregado gratuitamente e permite aos usuários criar uma conta na qual ficará registrado seu histórico médico. Atrás da iniciativa está a tentativa de ajudar os usuários a tramitar sua informação médica em um sistema de saúde tão complexo como o americano, no qual intervêm muitos agentes. "O ecossistema de saúde atual obriga os usuários a navegar em uma rede complexa de interações desligadas entre provedores, hospitais, companhias de seguros e inclusive agências governamentais", disse Peter Neupert, vice-presidente corporativo de Health Solutions Group da Microsoft. A gigante da informática se aliou com outros parceiros dentro da indústria médica, como a American Heart Association, Johnson & Johnson e o Hospital Presbiteriano de Nova York, e também com parceiros tecnológicos, como Texas Instruments ou Bio-Imaging Technologies. Além de tramitar os dados, os usuários poderão consultar questões de medicina comum, como a perda de peso e os tratamentos de doenças como o diabetes. "Este lançamento torna possível a coleta de dados médicos privados do povo em seus termos adequados para que as companhias da indústria de saúde proporcionem ferramentas e serviços compatíveis", acrescentou Neupert.

Tudo o que sabemos sobre:
TECNOLOGIA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.