Ministério afirma que Tamiflu será vendido em farmácias

O medicamento só será vendido mediante prescrição médica e monitoramento de eventos adversos

Central de Notícias,

03 Setembro 2009 | 18h20

O Ministério da Saúde informou nesta quinta-feira, 3, que o laboratório produtor do medicamento Tamiflu deve distribuir o remédio para farmácias e drogarias. O medicamento só será vendido mediante prescrição médica e monitoramento de eventos adversos.

 

Veja também:

linkGripe A não é mais fatal no Brasil que em outros países, diz OMS

linkLiderança em mortes é retrato de um momento, diz Temporão

linkBrasil ainda tem maior número de mortes por gripe suína

 

O diretor de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Vigilância Sanitária do Ministério da Saúde, Eduardo Hage, rebateu as críticas de que a pasta tenha concentrado toda a produção e alegou que o medicamento só não chegou aos estabelecimentos comerciais porque não havia estoque para suprir a demanda.

 

"O próprio laboratório priorizou a demanda do ministério, o que foi correto. Na medida em que foi aumentando a sua capacidade, ele informou que vai ter disponibilidade de atender nossa nova demanda, bem como comercializar o medicamento. A partir do momento em que oficializarem, vamos nos manifestar mas não há nenhum problema", disse, ao participar de audiência pública na Câmara dos Deputados.

 

O controle da venda do remédio em farmácias e drogarias, segundo ele, será de responsabilidade da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Mais conteúdo sobre:
gripe suína

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.