Rafael Arbex/Estadão
Rafael Arbex/Estadão

Ministério avalia caso de holandês que se infectou com febre amarela

Turista teria contraído a doença em Mairiporã, na Grande São Paulo; tarefa primordial é identificar trajeto percorrido por ele

Lígia Formenti, O Estado de S.Paulo

16 Janeiro 2018 | 21h55

BRASÍLIA - O caso do turista holandês que teria contraído febre amarela na região de Mairiporã, na Grande São Paulo, ainda está sob avaliação, afirmou o ministro da Saúde em exercício, Antonio Carlos Nardi. De acordo com ele, uma investigação está em andamento. "Caso seja confirmada, um bloqueio na região poderá ser realizado, se necessário."

+++ Governo confirma 35 casos de febre amarela desde julho, com 20 mortes

A tarefa, no entanto, está sob responsabilidade das autoridades sanitárias de São Paulo. A tarefa primordial, disse, é identificar o trajeto percorrido pelo turista. "Saber por onde viajou, por onde andou."

+++ Veja onde se vacinar contra febre amarela na cidade de São Paulo

No caso de ele ter passado por locais onde não há recomendação da vacina, afirmou, uma vacinação de bloqueio poderia ser estudada. 

+++ Briga por vacina de febre amarela termina na delegacia no ABC paulista

 

 
 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.