Ministério da Saúde destina R$ 733 mil a acervo da ANM

O ministro da Saúde, Saraiva Felipe, assinou convênio destinando R$ 733 mil para que a Academia Nacional de Medicina do Rio de Janeiro (ANM) reorganize seu museu e a biblioteca. Além disso, com os recursos federais, a ANM vai desenvolver estudos voltados a temas estratégicos para a saúde. Fundada em 1829, sob o nome de Sociedade de Medicina do Rio de Janeiro, a academia apresenta em seus registros membros ilustres, como dom Pedro I e Miguel de Oliveira Couto. Preocupada com questões ligadas à saúde, a ANM tem como tradição prestar homenagem a nomes importantes ligados ao setor. As informações são da Agência Saúde.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.