Gabriela Biló/Estadão
Gabriela Biló/Estadão

Ministério da Saúde diz que entrega até quarta 3,1 milhões de testes para coronavírus

Promessa é chegar a 46 milhões de kits rápidos, mas processo está lento; governo anuncia também envio de 272 respiradores para nove Estados

Giovana Girardi, O Estado de S.Paulo

25 de abril de 2020 | 16h40

SÃO PAULO - O Ministério da Saúde divulgou neste sábado, 25, um balanço da entrega de suprimentos médicos aos Estados para o combate ao novo coronavírus. De acordo com o levantamento, até a próxima quarta-feira, 29, está previsto que o número de kits rápidos para o diagnóstico do Sars-CoV-2, vai chegar a 3,13 milhões. O governo vem prometendo que vai comprar 46 milhões de kits, mas o avanço é vagaroso.

Conforme o Estado mostrou na quarta-feira, 22, até aquele dia tinham sido entregues 2,5 milhões de testes (cerca de 500 milhões do tipo RT-PCR, que faz a análise genética, e o restante do tipo rápido, que identifica anticorpos). A capacidade de execução, porém, é ainda mais limitada.  O ministério informou no mesmo dia 22 que o Brasil havia realizado, até o dia 20, 189.080 exames do painel viral (vírus respiratórios diversos) para investigação de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). Desses, 132.467 foram específicos para covid-19.

De acordo com a pasta, a previsão até o dia 29 é que a entrega de respiradores chegue a 272, mas somente nove Estados serão  contemplados: Amazonas (55), Amapá (25), Ceará (45), Espírito Santo (10), Pará (20), Pernambuco (20), Paraná (20), Rio de Janeiro (40) e Santa Catarina (17). O Ministério da Defesa também consta como já tendo recebido 20 respiradores. Os demais Estados estão sem previsão.

O ministro da Saúde, Nelson Teich, compartilhou um mapa na sua conta no twitter com os Estados que receberam os 272 respiradores e escreveu que a "indústria nacional está ajudando na resposta ao coronavírus, com a produção e entrega de respiradores". Segundo ele, ao todo serão 14.100 aparelhos.

 

 

"Nesta semana, Amazonas que já recebeu 35, terá mais 20 (total 55). O Paraná, somará mais 5 aos outros 15 já entregues (20). Com isso, estamos equipando melhor os hospitais para receber os pacientes com covid-19", continuou o ministro na rede social. Ele disse ainda que o governo está "buscando soluções para avançar na atenção aos brasileiros".

Teich mencionou também que "quase 1 milhão de testes rápidos seguem nos próximos dias para os Estados", o que, afirma ele, "será fundamental para respostas mais assertivas a covid-19". "Ao fim desta semana, o governo terá entregue 79 milhões de equipamentos de proteção individual para proteger os profissionais de saúde, 3 milhões de testes rápidos e 272 respiradores", completou.

[---#{"estadao-conteudo-snippet":[{"id":"16","url":"","provider":"io"}]}#---]>

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.