Nilton Fukuda/AE
Nilton Fukuda/AE

Ministério da Saúde propõe ampliação da idade para doar sangue

Como já ocorre nos EUA, jovens de 16 a 17 anos e idosos de 65 a 68 anos poderiam doar sangue

Agência Brasil

02 Junho 2010 | 22h23

BRASÍLIA - A partir desta quarta-feira, 2, o cidadão pode opinar via internet sobre a proposta que prevê a ampliação da faixa etária para doadores de sangue no Brasil. O Ministério da Saúde propõe que jovens de 16 a 17 anos de idade (mediante autorização dos pais) e idosos de 65 a 68 anos também possam doar sangue.

 

Atualmente, somente pessoas entre 18 e 65 anos podem doar sangue. De acordo com o ministério, o índice de doadores de sangue no Brasil é de cerca de 1,8% da população - o que gera, em média, 3,5 milhões de bolsas de sangue por ano. Segundo recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS), o Brasil necessita de 5,7 milhões de bolsas de sangue por ano para manter os estoques regulares.

 

Com a ampliação, o ministério estima que 13,9 milhões de pessoas poderão ser doadoras. Os Estados Unidos já permitem a doação de jovens menores de 18 anos e idosos acima de 65 anos de idade.

 

A consulta pública sobre a proposta vai até o dia 2 de agosto no site www.saude.gov.br/consultapublica.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.