Sergio Castro/Estadão
Sergio Castro/Estadão

Ministério da Saúde publica mais dois editais de chamamento para Projeto Mais Médicos

Medida ocorre em meio ao surto do novo coronavírus no País; reincorporação de médicos tem prazo improrrogável de dois anos

Sandra Manfrini, O Estado de S.Paulo

26 de março de 2020 | 21h57

BRASÍLIA – O Ministério da Saúde publicou, em edição extra do Diário Oficial da União, mais dois editais para realizar chamamento público de médicos para o Projeto Mais Médicos. O chamamento, nos dois casos, é para o Distrito Federal e municípios do País para a renovação da adesão ao Projeto Mais Médicos para o Brasil para vagas destinadas a reincorporação dos médicos intercambistas oriundos da cooperação internacional e confirmação das vagas previamente autorizadas e disponíveis para ocupação.

As vagas disponibilizadas serão destinadas à reincorporação, pelo prazo improrrogável de dois anos, dos médicos intercambistas, oriundos da cooperação internacional.

O primeiro edital diz que o chamamento contará com quantas chamadas forem necessárias para os municípios na medida em que forem remanescendo vagas não ocupadas no projeto, seja em decorrência do encerramento das atividades ou desligamentos por quaisquer motivos de médicos que já tenham aderido ao programa em ciclos anteriores, bem como vagas não ocupadas de chamadas feitas em 11 de março de 2020.

Nesta quinta-feira, o secretário nacional de Vigilância em Saúde, Wanderson de Oliveira, declarou que o País enfrenta duas outras epidemias, além do surto do novo coronavírus. Ele lembrou que pela sazonalidade o Brasil também enfrenta no momento a dengue e a influenza, nome científico dado para a gripe.

"É um desafio fazer campanha de vacinação em momento que temos quarentena e isolamento em algumas cidades", disse.

O governo iniciou a campanha de vacinação contra a gripe. A prioridade inicial é imunizar idosos e trabalhadores da área da saúde. Por conta do avanço do novo coronavírus, o Ministério da Saúde antecipou a campanha de vacinação que estava programada para 13 abril.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.