Ministério lança guia sobre alimentação saudável

O Ministério da Saúde lançou as primeiras diretrizes oficiais de alimentação para a população brasileira, no Guia Alimentar para a População Brasileira. A orientação é que se faça três refeições diárias intercaladas por lanches saudáveis, obedecendo a uma dieta equilibrada, rica em cereais, frutas, legumes e verduras. Até 260 mil mortes poderiam ser evitadas com uma boa alimentação. Elas são ocasionadas por doenças cardíacas, obesidade, diabetes e cânceres, entre outras. Para um dia nutritivo, baseado em uma dieta de 2.000 calorias (faixa recomendada para um adulto, podendo variar conforme suas atividades e objetivos), o ministério recomenda: 6 porções do grupo de arroz, pães, massas, batata e mandioca 3 porções de frutas 3 porções de legumes e verduras 1 porção do grupo dos feijões 3 porções de leite e derivados 1 porção de carnes, peixes ou ovos 1 porção de gordura (máximo) 1 porção do grupo de açúcares (máximo) 1 colher de chá de sal (máximo) e 2 litros de água Para facilitar a compreensão de como compor um prato ideal, juntamente com as diretrizes, o Guia Alimentar para a População Brasileira apresenta uma tabela de porções de alimentos em medidas caseiras para saber qual a quantidade sugerida de cada alimento deve ir à mesa. Tópicos As diretrizes são dividas em sete tópicos: 1 - Os alimentos saudáveis e as Refeições; 2 - Cereais, Tubérculos e Raízes; 3 - Frutas, Legumes e Verduras; 4 - Feijões e outros alimentos vegetais ricos em proteínas; 5 - Leite e derivados, carnes e ovos; 6 - Gorduras Açúcares e sal; 7 - Águas. Entre as diretrizes especiais o Ministério da Saúde recomenda a prática esportiva. . As informações estão disponíveis no site www.saude.gov.br/nutricao.

Agencia Estado,

02 de março de 2006 | 13h30

Tudo o que sabemos sobre:
notícia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.