Ministério quer banda larga em postos de saúde até fim de 2014

Meta do governo é melhorar a organização de informações com ferramentas como o prontuário eletrônico

Luciano Bottini Filho, O Estado de S. Paulo

29 Novembro 2013 | 10h01

SÃO PAULO - O Ministério da Saúde vai finalizar na próxima semana o pregão eletrônico para a instalação de internet banda larga em 12.372 Unidades Básicas de Saúde (UBS) em todo o País. Com estimativa de investimento anual de R$ 80 milhões, a previsão é de que as conexões sejam implantadas até o fim de 2014.

O governo pretende melhorar a organização de informações nos postos de saúde com ferramentas como prontuário eletrônico. Além disso, as UBS vão enviar online informações sobre internações, atendimentos e cirurgias para o bancos de dados do Sistema Único de Saúde (SUS).

Os contratos de conexões terrestres terão prazo de três anos e os de conexão via satélite, de quatro anos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.