Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Ministro italiano desculpa-se por briga de médicos em sala de parto

Justiça investiga se complicações na saúde de mãe e filho foram causadas por desentendimento

BBC Brasil, BBC

30 de agosto de 2010 | 20h51

O ministro da Saúde da Itália, Ferruccio Fazio, pediu desculpas nesta segunda-feira a uma mulher que teve seu parto prejudicado por uma briga entre dois médicos em um hospital no sul do país.

"Tentei lhe transmitir palavras de esperança e, acima de tudo, tentei reafirmar que as instituições estão junto dela e de sua família neste momento", disse o ministro após visitar a mulher.

As autoridades italianas investigam se Laura Salpietro, de 30 anos de idade, e seu bebê tiveram a saúde prejudicada por causa do desentendimento, ocorrido na última quinta-feira em Messina, na Sicília, de acordo com o jornal italiano Corriere della Sera.

Laura teve seu útero removido e seu filho recém-nascido sofreu problemas cardíacos.

Mas o hospital, que suspendeu os dois médicos, disse que não há ligação entre a briga e as complicações sofridas pela mulher e a criança.

No total, a Justiça italiana investiga cinco médicos relacionados com o caso.

Briga

O marido de Laura, Matteo Molonia, disse que o desentendimento atrasou a cirurgia cesariana.

Após discussão verbal, um dos médicos segurou seu colega pelo pescoço e o empurrou contra a parede, segundo depoimento do marido à polícia.

O outro médico reagiu socando uma janela, quebrando-a e machucando a própria mão. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.