Morre no Paraguai bebê que quase foi enterrado vivo

Ángel Salvador nasceu prematuro e foi dado como morto, mas chorou, surpreendendo os pais.

BBC Brasil, BBC

10 Agosto 2009 | 16h09

Um bebê prematuro que foi encontrado vivo horas depois de ter sido declarado morto morreu nesta segunda-feira no Paraguai.

Ángel Salvador nasceu na semana passada em um hospital de Assunção, quatro meses prematuro (após uma gestação de 24 meses) e com apenas 580 g.

Ao nascer, ele foi declarado morto pelos médicos do hospital Instituto de Previsión Social (IPS) na capital paraguaia.

Os médicos não conseguiram detectar nenhum sinal de vida na criança, alegando que o pulso estava baixo demais. Eles tentaram ressuscitar o bebê durante uma hora antes de declará-lo morto.

A família então recebeu uma caixa com o bebê e uma certidão de óbito na qual Angel Salvador tinha sido identificado como uma menina.

O pai do bebê, José Alvarenga, disse que a família descobriu que o bebê estava vivo depois de ouvir seu choro na caixa onde ele havia sido colocado.

"Eu abri a caixa, tirei o bebê de dentro e ele começou a chorar", disse a tia do menino, Liliana Alvarenga. "Eu fiquei assustada e disse o bebê está chorando, ele está chorando", afirmou. Foi então que a família descobriu também que o bebê era, na verdade, um menino.

Ao confirmar a morte de Ángel Salvador nesta segunda-feira, funcionários do hospital afirmaram que alguns de seus órgãos vitais não tinham se desenvolvido o bastante para que ele sobrevivesse. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.