Athit Perawongmetha/Reuters
Athit Perawongmetha/Reuters

Morre primeiro britânico por coronavírus que estava em cruzeiro

Vítima estava no Japão, onde embarcação foi posta em quarentena; no Reino Unido, foram confirmados outros três casos de pessoas afetadas pelo vírus

Redação, O Estado de S.Paulo

28 de fevereiro de 2020 | 16h05

Um britânico que estava a bordo do navio de cruzeiro Diamond Princess, retido no Japão por causa do coronavírus, morreu no país asiático, tornando-se a primeira pessoa do Reino Unido a vir a óbito devido à infecção. A informação foi divulgada por fontes do governo japonês nesta sexta-feira, 28, e a identidade da vítima não foi divulgada.

A morte foi anunciada no mesmo dia em que foram confirmados, também no Reino Unido, outros três casos de pessoas afetadas pelo vírus respiratório Covid-19, o que eleva o número de diagnosticados no país para 19.

As autoridades japonesas indicaram que o britânico é a sexta pessoa do cruzeiro, posto em quarentena, a morrer devido ao novo vírus. Outros cinco passageiros da embarcação, todos japoneses, também morreram e mais de 700 foram infectados.

No Reino Unido, entre os novos casos positivos registrados, figuram o primeiro afetado em Gales, que foi infectado durante passagem pela Itália, e outras duas pessoas na Inglaterra que contraíram a doença no Irã, segundo confirmaram hoje o ministro da saúde britânico. O ministro de relações exteriores indicou que está investigando as circunstâncias que cercam a morte da primeira vítima do país.

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, deve presidir, na próxima segunda-feira, 2, uma reunião do comitê de emergência a fim de dar resposta ao crescente número de casos positivos detectados na Europa. /EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.