Mulher pode ter morrido de dengue hemorrágica no Guarujá

Uma mulher de 40 anos pode ter morrido de dengue hemorrágica no litoral de São Paulo. A secretaria de Saúde do Guarujá aguarda o resultado dos exames encaminhados ao Instituto Adolfo Lutz. A paciente tinha sintomas de dengue e sofreu uma parada cardíaca. Na autopsia, ficou constatado que ela também apresentava hemorragia pulmonar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.